28 views
A cobra escapo, outra vez...
Hitler, após um ataque de fúria, originado pela segunda fuga da cobra, confessa que já teve sentimentos por ela.

Share

Report this video

Captions

00:00 - 00:03A cobra foi localizada, ontem, nesta localização e viva.
00:04 - 00:05Como estava viva, decidimos rodear o réptil,
00:05 - 00:07começando a ofensiva por baixo.
00:08 - 00:12Queriamos rodear, gradualmente e utilizar uma rede de pesca
00:12 - 00:15para a neutralizarmos sem sermos cuspidos impiedosamente
00:17 - 00:19Façam o que tiverem a fazer
00:19 - 00:21e quero-a, ainda hoje, à noitinha
00:24 - 00:26Meu Führer, ela...
00:27 - 00:28ela...
00:31 - 00:33ela começou a cuspir e nós apanhamos um cagaço do caraças!
00:34 - 00:36Ela parecia uma vívora!
00:53 - 00:58Todos os cretinos, cornudos, escroques e chulos vão para a puta que vos pariu!
01:13 - 01:15Ela não é uma vívora!
01:15 - 01:17É uma cobra e não uma vívora!
01:18 - 01:23Cospe um bocado e vocês fogem logo como ratos do esgoto!
01:25 - 01:28Puta que pariu a minha sorte!
01:29 - 01:31Vocês assustaram-se com ela!
01:31 - 01:34Assustaram-se porque ela fez SSS SSS
01:34 - 01:37Nem sequer cuspiu na tua testa como a mim,
01:37 - 01:40que me deixou com uma bisga na testa!
01:40 - 01:42Meu Führer ela parece abrir a boca para cuspir!
01:42 - 01:46Tretas! A cobra tinha a boca bem fechada!
01:46 - 01:48Meu Führer ela fez o som do escarro!
01:48 - 01:52E tu cagaste-te todo sem papel por perto, foda-se!
01:53 - 01:54Tu Borraste-te todo!
01:56 - 01:57E os teus camaradas sentiram o cheiro
01:57 - 02:00da cobardice que tu emanavas,
02:00 - 02:03vindo das tuas entranhas, como fazes na retrete!
02:04 - 02:08E a cobra, mais uma vez, fugiu e anda para aí, doida,
02:08 - 02:13livre para cuspir em qualquer um que lhe apareça à frente, só porque quer cuspir nas pessoas!
02:14 - 02:16É assim tão difícil de entender
02:17 - 02:21que o que ela quer é bisgar-me, outra vez, bem no meio da minha pobre testa?!
02:27 - 02:29Eu beijei-a mais que uma vez.
02:30 - 02:34E amei-a! Eu amei-a com todo o coração
02:34 - 02:36Até arrancava a roupa toda!
02:41 - 02:42Mas a cabra...
02:43 - 02:47A cabra, a grande cabra que não é cabra mas sim uma cobra
02:48 - 02:53Usou-me e depois deitou-me fora como se eu fosse lixo
02:54 - 02:56E andei eu para aí a sofrer,
02:56 - 02:59Como um cão doido de cio a sofrer!
03:00 - 03:02E tudo por causa dessa grande puta!
03:04 - 03:07Calma Be, o Xico já chega...
03:14 - 03:16Ainda hoje penso na cobra
03:19 - 03:23E em como teria sido se as coisas tivessem resultado entre nós
03:25 - 03:26Iriamos casar,
03:31 - 03:33ter filhos e netos
03:40 - 03:46Mas aquele hábito dela, de estar sempre a cuspir e em toda a parte,
03:46 - 03:49chateou-me e levou ao fim da nossa relação
03:53 - 03:56Vão-se todos embora